quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Escolhendo Uma Profissão


Escolhendo Uma Profissão

Dia_Na_vidaTodo jovem tem de tomar pelo menos duas grandes importantes decisões na vida. A escolha da profissão e a do cônjuge.
A maioria estuda e namora o futuro cônjuge nos mínimos detalhes, mas escolhe e
descarta dezenas de profissões com uma única frase.
Muitos passarão mais tempo no emprego do que com o marido, a esposa e a família.
Quando chegarem em casa, todos já estarão dormindo.
Como melhorar a escolha da profissão com a mesma dedicação com que se escolhe um cônjuge?
1. Namore também sua futura profissão.
Se seus pais possuem um conhecido que exerça uma profissão, peça permissão para acompanhá-lo por algumas semanas para sentir como é seu dia-a-dia.
Mesmo que tenha de ficar nos corredores, você verá o ambiente, sentirá um pouco a rotina diária.
Assista a uma semana de aulas em sua futura faculdade.
Comece a explorar as variantes da profissão, descubra as linhas de pensamento, os estilos.
Quem são as "feras" dessa área e como são os estilos de vida. Combinam com o seu?
Siga @Dia_Na_Vida onde retuito 40 profissionais para vocês saberem o que eles vivem falando, como é o dia a dia deles. 
2. Não se apresse.
Se você estiver na dúvida quanto à escolha da profissão, tire um ano mochilando pelo mundo afora.
É preferível "perder" um ano a perder toda uma vida profissional.
A escolha da profissão precisa ser cuidadosa, porque hoje em dia é mais fácil trocar de cônjuge que de profissão.
Aos 32 anos você não terá mais disposição para prestar um novo vestibular.
Essa pressão da sociedade e dos pais para uma escolha imediata vem do tempo em que a expectativa de vida de um adulto era de somente quarenta anos.
Hoje a expectativa média de vida é de 82 anos. Um ano ou dois não farão a mínima diferença.
3. O não por exclusão.
Nossa tendência é sempre achar algum defeito numa idéia nova.
"Engenheiros sujam as mãos", "contabilidade é para tímidos", "advocacia é para quem fala bem", "finanças e economia são para especuladores".
Toda profissão tem seus defeitos.
Se você andou escolhendo algumas profissões por exclusão, volte atrás e pense de novo.
4. Explore o cinza.
Justamente porque o estereótipo do advogado é aquele que fala bem, existe enorme falta de advogados que sejam bons em matemática.
Por isso, advogados tributaristas, os que mexem com números, são muito bem pagos no Brasil.
5. Não confunda interesse com proposta de vida.
Todos nós deveríamos ter interesse em história e filosofia.
Espero que nos fins de semana vocês leiam esses temas, e não mais um livro técnico.
Todo mundo deveria estudar um pouco de economia, psicologia e direito, mas nem todos irão querer estudar essas matérias a vida inteira.
O simples interesse não é suficiente para fazer de você um profissional dedicado e totalmente comprometido para o resto da vida.
Uma fã do pianista Arthur Moreira Lima disse que daria a vida para tocar como ele. "Pois eu dei a minha vida", respondeu Moreira Lima.
Se você está disposto a dar sua vida por história ou filosofia, aí não é um mero interesse, é sem dúvida uma vocação.
Portanto, vá em frente.
Se você escolher uma profissão no par-ou-ímpar, lembre-se de que poderá estar tirando a vaga de alguém que tem vocação, a vaga de um futuro Moreira Lima.
Faça um favor à sociedade e àqueles que adorariam estar em seu lugar: não tome a vaga de quem realmente precisa.
A sociedade, os excluídos e seus futuros professores agradecerão efusivamente.
Portanto, vá com calma.
Estude a vida inteira e escolha sua profissão de uma forma profissional.
Boa sorte e meus votos de sucesso.
Stephen Kanitz é administrador (www.kanitz.com.br)
Artigo Publicado na Revista Veja, Editora Abril, edição 1781, ano 35, nº 49, 11 de dezembro de 2002, página 20.

Fonte: http://blog.kanitz.com.br/escolhendo-uma-profiss%C3%A3o.html 

Divulgação:


A Cultura Petista, Esquerdista e Socialista: O Ministério Público não quer que “Deus seja louvado”, mas que os ateus sejam atendidos.


O Ministério Público não quer que “Deus seja louvado”, mas que os ateus sejam atendidos.



Membro do Ministério Público deu prazo de 20 dias para o Banco Central retirar a expressão "Deus seja louvado" das notas de real.
















Nilo Fujimoto
Ives Gandra Martins, escrevendo para a seção Tendencias/Debates da Folha de S. Paulo, 26-11-2012, argumenta já no título do artigo “Estado laico não é Estado ateu”.
O eminente jurista faz voz comum com o constitucionalista Lenio Streck, que em artigo no “Consultor Jurídico” destrói todos os argumentos da pretensão de membro do Ministério Público que impôs ao Banco Central 20 dias para retirar das cédulas do real a expressão ‘Deus seja louvado’.”
“Tem-se confundido Estado laico com Estado ateu. Estado laico é aquele em que as instituições religiosas e políticas estão separadas, mas não é um Estado em que só quem não tem religião tem o direito de se manifestar. (…) só os que não acreditam no criador é que podem definir as regras de convivência, proibindo qualquer manifestação contrária ao seu ateísmo ou agnosticismo. Isto seria uma autêntica ditadura da minoria contra a vontade da esmagadora da maioria da população.”, declara o Dr. Ives Gandra.
Lembro aqui o que o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira escreveu para o Legionário em sua edição de n.º 363, 27 de agosto de 1939:
“Um dos traços distintivos da soberania de um povo é o direito que lhe assiste de se organizar internamente no plano político, social e econômico, conforme suas tradições e a índole de seus povos.”
Basta olhar para a história do Brasil para perceber que as tradições e a índole do povo brasileiro são católicas. É contra elas que se lança o ódio laicista e igualitário de nossos dias. Qual será o próximo passo?
Fonte: ANTI-KOMINTERN! http://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG%20390827_ANTIKOMINTERN.htm 

http://ipco.org.br/home/noticias/o-ministerio-publico-nao-quer-que-deus-seja-louvado-mas-que-os-ateus-sejam-atendidos

Divulgação:


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Notas Sobre Batalha Espiritual - Thabiti Anyabwile

Notas Sobre Batalha Espiritual - Thabiti Anyabwile
http://outroladodacabana.blogspot.com.br/2012/11/notas-sobre-batalha-espiritual-thabiti.html

Avivamento Reformado?


Avivamento Reformado?

Estou cada vez mais impressionado com o impacto das doutrinas reformadas entre os jovens de todas as denominações no Brasil. E também em ver a combinação equilibrada de teologia reformada com expressões de culto, onde se combinam cânticos modernos e bem bíblicos com exultação e celebração. O que será que nosso Deus está fazendo em nosso país?

Acho que é bom lembrar aos irmãos que têm descoberto a fé reformada que ela é muito mais ampla do que os cinco "solas" e os cinco pontos do calvinismo. Estes são apenas a base. A visão de mundo trazido pela Reforma mudou continentes e criou nações. Na visão reformada Cristo é Senhor de todas as áreas da vida: artes, economia, política, educação. "Não há um centímetro quadrado da realidade sobre o qual Cristo não possa dizer: 'é meu'" (Abraham Kuyper).

http://tempora-mores.blogspot.com.br/2012/11/avivamento-reformado.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+blogspot/wFUcB+(O+Tempora,+O+Mores) 



Divulgação:


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

(Vídeo) - Calvino e a responsabilidade social do Estado - Dr. Augustus Nicodemus


(Vídeo) - Calvino e a responsabilidade social do Estado - Dr. Augustus Nicodemus
http://academiaemdebate.blogspot.com.br/2012/11/calvino-e-responsabilidade-social-do.html

“Liberdade, Igualdade, Homossexualidade”? O terror instaurado pelos revolucionários franceses em nome da igualdade...A violência do Socialismo e Homossexualismo!


“Liberdade, Igualdade, Homossexualidade”? O terror instaurado pelos revolucionários franceses em nome da igualdade...A violência do Socialismo e Homossexualismo!
http://toleranciaintolerante.blogspot.com.br/2012/11/luiz-sergio-solimeo-francesa-de-1789.html

Objetivo da Política Petista, Socialista e Social-Democrata do PSDB ter um Estado-babá, viciado-bebê. Ao exigir a legalização das drogas, os defensores precisam decidir se irão ou não se virar sozinhos quando estiverem viciados andando como zumbis pelas ruas.


Objetivo da Política Petista, Socialista e Social-Democrata do PSDB ter um Estado-babá, viciado-bebê. Ao exigir a legalização das drogas, os defensores precisam decidir se irão ou não se virar sozinhos quando estiverem viciados andando como zumbis pelas ruas.
http://direitoconstitucionalreformacional.blogspot.com.br/2012/11/objetivo-da-politica-petista-socialista.html

Filme nacional pago com dinheiro público trata traficantes como “heróis” (O Banco Itaú e outras empresas particulares estão no meio)


Filme nacional pago com dinheiro público trata traficantes como “heróis” (O Banco Itaú e outras empresas particulares estão no meio)
http://opusreformata.blogspot.com.br/2012/11/filme-nacional-pago-com-dinheiro.html

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

"Temo o dia em que a tecnologia se sobreponha à nossa humanidade: o mundo terá apenas uma geração de idiotas". Albert Einstein


QUE GRANDE VERDADE!!!


 Chegou o dia que Einstein temia!
:

Chegou o dia que Einstein temia!

 No café:

  

No restaurante:

  

Num museu:


Numa cafeteria:


Na praia:

  

No estádio:

  

A namorar:
A passear:

 

"Temo o dia em que a tecnologia se sobreponha à nossa humanidade: o mundo terá apenas uma geração de idiotas".
Albert Einstein


sábado, 3 de novembro de 2012

Juventude Esquerdista, Comunista, Petista e Socialista: Festa organizada por estudantes de Biologia ocorreu dentro de prédio da universidade, a quatro quilômetros do Congresso. PM não apareceu no local


Drogas

Imagens mostram uso de maconha em câmpus da UnB

Festa organizada por estudantes de Biologia ocorreu dentro de prédio da universidade, a quatro quilômetros do Congresso. PM não apareceu no local

Gabriel Castro
Uma das instituições de ensino mais conceituadas do país, a Universidade de Brasília (UnB) tem se notabilizado por episódios pouco honrosos nos últimos tempos: irregularidades administrativas, trotes violentos e teses acadêmicas controversas - foi lá, por exemplo, que surgiu a teoria de que não é preciso diferenciar o certo do errado no ensino da Língua Portuguesa. Agora, imagens feitas pelo site de VEJA mostram como drogas são consumidas livremente no principal prédio da instituição - inclusive dentro de salas de aulas. Os flagrantes foram feitos em uma festa organizada por alunos da Biologia, no dia 17 de junho. 

Cerca de 3.000 pessoas participaram do evento, que teve a apresentação de bandas de rock. Um breve passeio era suficiente para constatar a disseminação da droga no local. Jovens não se preocupavam em esconder a prática e preparavam cigarros de maconha na frente de todos. Grupos usavam salas de aula para dividir os entorpecentes. Tudo dentro do Instituto Central de Ciências (ICC), o prédio-símbolo da universidade.
A Polícia Militar não foi vista no mal iluminado câmpus Darcy Ribeiro, localizado a quatro quilômetros do Congresso Nacional. Em greve, agentes de segurança da universidade também não incomodaram os usuários. Dois porteiros do prédio pareciam cochilar. Não havia qualquer controle que impedisse a presença de menores de idade no local.
As festas da UnB atraem grandes públicos por vários motivos: a música ao vivo, a aglomeração de jovens, o amplo espaço livre, a entrada gratuita, a circulação livre de bebidas e as salas de aula à disposição. As cenas demonstram como, protegida em um território onde a presença da polícia ainda é restrita, a prática criminosa se alastrou dentro da universidade.
A despreocupação com que as drogas eram consumidas pode ser atribuída, em parte, ao mito de que a Polícia Militar não pode atuar dentro de universidades federais, o que é falso. Não há restrição legal quanto a isso. O que existe é uma tradição de que as universidades são territórios livres, o que gera resistência à entrada de agentes por parte da comunidade acadêmica. A Polícia Militar tem legitimidade para atuar nestes locais. Na UnB, por exemplo, os policiais fazem rondas com viaturas e a pé.  
Ligado aos movimentos sociais, o reitor José Geraldo de Souza sempre adotou um discurso de cautela quanto à presença de policiais no câmpus. Hoje, a postura oficial da reitoria é de que as forças de segurança são bem-vindas e têm livre trânsito na instituição de ensino. Mas, informalmente, os policiais militares admitem que têm receio de abordar alunos da universidade em busca de drogas - o que facilita a circulação de entorpecentes.
Autorização - As festas de estudantes ocorrem a cada fim de semana e são feitas com autorização da prefeitura do câmpus. No caso em questão, o Decanato de Assuntos Comunitários diz ter permitido um evento pequeno, com cerca de 150 alunos, e que a venda de bebidas alcoólicas é vetada dentro dos prédios da universidade. Mais do que isso: o próprio consumo de álcool estava proibido pela instituição de ensino nessa festa. A venda, entretanto, era feita em salas de aula. Do lado de fora do prédio, ambulantes ofereciam cerveja, vodca e uísque.
Sobre as drogas, o decano Eduardo Raupp diz que a política da universidade prioriza a educação: "Uma norma de cima para baixo não resolve na cracolândia, não iria resolver no ambiente universitário". Segundo ele, os seguranças são orientados a acionar a Polícia Militar quando constatam a presença de drogas no câmpus. Raupp admite que não se lembra de qualquer caso em que tenha havido algum flagrante do tipo dentro da UnB. Ainda de acordo com ele, o Centro Acadêmico de Biologia será interpelado para explicar as irregularidades flagradas pelo site de VEJA. 
Ao site de VEJA, a PM informou que reforça o policiamento em eventos como a festa toda vez que há uma solicitação específica."Somente nos casos em que não haja solicitação prévia ou em eventos contra-indicados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do DF, os policiais não visitam estes locais. Circunstâncias como essas ocorrem quando a festividade não apresenta condições de segurança para sua realização ou quando fere o tempo previsto para encaminhamento de documentação", afirmou a corporação.
De acordo com a Polícia Militar, o número de ocorrências relacionadas ao tráfico de drogas no local subiu este ano por causa do aumento de abordagens policiais e rondas. Foram cinco registros entre janeiro e abril de 2011. No ano passado não houve nenhum registro. Em 2009 foram três casos - o mesmo número que em 2008. 
Lei - A legislação atual abrandou as punições a ususários de drogas. Eles já não podem ser presos: estão sujeitos apenas a assistir palestras sobre os malefícios da droga. Na prática, poucos policiais militares se dispõem a levar os envolvidos à delegacia, embora o porte de entorpecentes continue sendo crime.

Fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/imagens-mostram-uso-de-maconha-em-campus-da-unb

Divulgação:



Vitória Conservadora Estudantil na UnB: Esquerdistas, Drogados, Maconheiros, Esquerdistas, Socialistas, Petistas e Feministas se Enfurecem!


Vitória Conservadora Estudantil na UnB: Esquerdistas, Drogados, Maconheiros, Esquerdistas, Socialistas, Petistas e Feministas se Enfurecem!
http://intelectuaisconservadores.blogspot.com.br/2012/11/vitoria-conservadora-estudantil-na-unb.html